News

FIAT TAMBÉM DIVERSIFICA

27 November 2015

151110_Fiat-Professional_DIM_01

Fullback é o vocábulo que, a partir de meados de 2016, veremos estampado na traseira de carrinhas de uma tonelada. É a nova arma da Fiat para roubar alguma receita às marcas tradicionais neste segmento cada vez mais concorrido.

fiatSe diversificação é, hoje, lugar comum na vida nacional, a iniciativa de procurar receitas em vários segmentos de produção sempre foi uma constante na indústria automobilística.

Insatisfeita com o seu vasto e rico catálogo de modelos que se estende desde o mini Fiat 500 aos desportivos Ferrari, passando pelos sedans, jipes e comerciais, a construtora italo-americana FCA (Fiat Chrysler Automobiles), acaba de ingressar no segmento das carrinhas de uma tonelada com a nova Fullback, apresentada no Salão e Dubai, este mês. Contrariando a tendência da maioria dos “nomes próprios” das carrinhas congéneres, Fullback não ilustra a inerente capacidade todo-o-terreno nem apela à aventura, embora o modelo esteja preparado para tudo.

Fullback é a designação do jogador da última linha de defesa no rugby, que defende também nas acções de ataque, por isso pronto para qualquer situação – descreve a FCA, ao caracterizar a versatilidade da sua carrinha. No seu campo de acção real, a Fullback apresenta-se multifacetada nas configurações cabina simples, cabina e meia, cabina dupla e chassis para caixa adaptável às diversas necessidades. Como as imagens sugerem aos mais atentos, a Fiat recorreu ao chassis e carroçaria dum modelo bem conhecido e aprovado, o que evita eventual passo em falso nesta estreia. Mas quanto à mecânica, procedeu, a Fiat confiante, ao transplante de unidades do grupo já testadas em outros modelos. Estes “defesas” do team Fiat de rugby terão no “peito” “corações” de 2,5 a gasóleo de 110 cv e 178 cv, e de 132cv a gasolina, que deixam antever ampla oferta de versões de trabalho e lazer para os adeptos de carrinhas.

fiat1Estão previstas transmissões traseira e integral, mas apenas uma caixa de cinco velocidades com versão automática para o motor a gasolina.

Como não podia deixar de ser, a fullback incorpora elementos que a familiarizam com os membros tradicionais da casa Fiat e está actualizada com as novas tecnologias de apoio à condução, entretenimento e informação, colocando-a em directa de concorrência com os modelos que vem desafiar.

Júlio Sousa e Silva em Revista Vida/ O País

Latest From Fiat